Páginas

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Momentos em que descubro (possíveis) tendências duvidosas

Estou numa fase da minha vida deveras atribulada e complicada, exagerada e ironicamente falando, claro está!
Dado o aborrecimento mais que comprovado, por entre os dramas infinitos com os quais me deparo dia após dia, nos momentos anteriores aos supostos estudos, questiono-me sobre o facto da assistência de um daqueles programas da tarde, em que o público diz o número de telefone dos concursos em voz alta, vezes sem conta, ser ou não uma melhor opção quando comparada com tudo o resto. Longe vão os tempos em que eu tinha disponibilidade para tudo e não me recordava de nada em que pudesse dar o corpo ao manifesto!

6 comentários:

Jessica disse...

760 300 300 com muitos gestos e palmas pelo ar lool

;)

Jessica disse...

Thanks :)

Daniela Pereira disse...

Lol exacto, quando temos coisas para fazer só conseguimos pensar em outras mil coisas que devíamos fazer, se não tivermos, ficamos tipo vegetal e nem nos lembramos das outras, ou simplesmente o nossos subconsciente ignora-as por completo lol.

Carla disse...

deste-me saudades de ter horas livres.

Mariana disse...

Ahaha, gostei muito :)
e obrigada!

Anónimo disse...

"Dar o corpo ao manifesto"

Fala-me disto aninhas? xD