Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2012

Das coisas boas

Quem disse que a persistência era uma coisa boa tinha razão. Depois de 157 experiências, lá consegui ganhar um jogo de solitário!

Do trabalho #2

Melhores do que as pessoas que andam de óculos de sol dentro do hipermercado, só mesmo aquelas que marcam o código antes de colocarem o cartão de crédito no terminal de multibanco.

Para um dia fazer

Imagem
Eu sou completamente doida, ou demasiado pensativa ao ponto de ter ideias inquestionavelmente descabidas, nas quais quase ninguém acredita. No entanto, se assim quiserem, sou apenas alguém que para sonhar não precisa de estar a dormir. No final de contas, tenho sempre uma mão cheia de projetos para o futuro, que no fundo serão oportunidades para poder experimentar, sentir e viver. A maior parte deles pode até não virar realidade,- o que é o mais provável- mas ficará sempre aquele sentimento de “ao menos pensei nisso e tentei”.
Desde pequena que sonho com um curso superior, a participação num jornal e a edição de um livro. Mas disso já toda a gente sabe, porque está escrito na minha forma de ser. Sempre esteve. O que poucos conhecem é o meu esboço da abertura de um bar: um estabelecimento velho, mas com uma decoração moderna; um local que respire música e transmita a vibração das grandes cidades mundiais; a irreverência de eventos culturais capazes de satisfazer as mentes apreciadoras d…

(...)

Tenho saudades de ti, das nossas conversas e de tudo aquilo que já fomos.

Das graças do destino (?)

Odeio os amores antigos que nos fazem esquecer o quanto crescemos e tudo aquilo por que passamos para chegar onde estamos. Odeio os amores antigos que nos fazem sentir novamente, por pouco que isso seja.

Mais vale tarde do que nunca

E pronto, lá me inscrevi (finalmente) na escola de condução. Com as férias dos instrutores pelo meio só tenho aulas de código para a semana, mas amanhã já dispensarei umas horas de sono para ir fazer alguns testes, de modo a não perder a vontade para a coisa. A ver vamos no que isto dá!

Conversas de cozinha

Para o meu irmão, Erasmus é um exame que se faz ao coração.

As coisas que me passam pela cabeça a caminho do trabalho

Acho os campos de futebol inspiradores, por todos os sonhos que conseguem guardar. E eu, que até nem gosto de futebol, acabo por me perder neles só de olhar!

Porque há lugares onde a chuva é ainda mais bonita

Imagem
O dia foi passado no Porto, a fazer planos para o futuro. Entre as descobertas de vantajosas formas de chegar, as explorações pela cidade e as perspetivas dos momentos que haverão de ser vivenciados, penso que nada foi esquecido numa mão cheia de segundos bem passados. Agora é esperar que entre na universidade para não ter de imaginar tudo novamente, assim, como que em jeito de partida do destino. Sim, porque agora eu sei que quero que tudo aconteça .

Porque deve haver males que vêm por bem

O tempo foi passando e lá acabei por, finalmente, me candidatar a um curso superior. Entre radioterapia, terapia ocupacional, enfermagem, ciências da comunicação, jornalismo e biologia, divididos entre o Porto e Braga, cá se espera que entre em algo. Se tal não acontecer ou acabar por mudar de ideias, tenho a mente aberta e o coração disponível para novos desafios que hoje não se encontram no meu pensamento. O importante é encontrar uma maneira de ser feliz, dê por onde der.

As coisas que eu (não) sei

Tenho reações explosivas vindas de um temperamento não muito melhor, e nem tão pouco tinha conhecimento disso. Os últimos tempos têm sido produtivos, portanto.

Não fosse o trabalho...

Em mês de Jogos Olímpicos era bem capaz de passar as tardes em casa, a ver na televisão aquele fantástico cenário. E se tudo isto fosse sinónimo de ginástica masculina, talvez a noite se apresentasse como um bom prolongamento.