Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2012

Sou uma pessoa estranha

A minha horta (sim, porque eu tenho uma horta cuja manutenção se encontra, no presente momento, a cargo da minha pessoa) deve ser o único local do planeta onde o stress que possuo vira alfaces. E como é boa esta sensação!

A praxe, duas semanas depois

Imagem
Estas duas semanas que passaram foram as mais exaustivas, desde que me lembro. Basicamente porque voei do 8 para o 80, ou melhor, das manhãs a dormir e das tardes a trabalhar, para os dias que começaram às 5h e só terminaram às 23h30. Tudo isto por causa das praxes diárias, que vieram a prolongar-se por mais uma semana. Não fosse a minha vontade de viver os momentos mais importantes e de vestir o traje, e já o meu nome estaria escrito no outro lado da moeda das tradições académicas. Sim, porque isto de não ter tempo para nada não é pera doce!
Por outro lado, já se nota a diferença no seio dos caloirinhos. Todos nos conhecemos melhor e desenvolvemos uma espécie de proteção coletiva- o tal espírito de “manada” de que os doutores falavam. Também eu me sinto diferente: mais desinibida e indiferente a palavras maliciosas.
Dizem os que percebem do assunto que a parte mais difícil já passou. Agora é esperar para ver se não lhes caíu a boca para a mentira!

Das praxes

Dói-me cada célula do meu corpo.

Do trabalho #3

E pronto, já só faltam dois dias para o meu contrato acabar. E, visto que não há renovação, lá terei eu de apertar o cinto e começar a contar os tostões até que uma nova realidade seja encontrada. A ver vamos no que isto dá!

E o Porto será o abrigo

E pronto, entretanto os dias passaram e lá entrei no Politécnico do Porto, não em Radioterapia (por três malditas décimas), mas em Terapia Ocupacional. No entanto, acho que foi melhor assim. Este curso sempre parece ter mais a haver comigo.
Hoje já me fui matricular. Confesso que o medo foi quem tomou conta de mim no início, mas depois a curiosidade cresceu e eu, que até nem sou rapariga de grandes festas e aglomerados de gente, até fiquei com vontade de viver tudo aquilo que está para vir, principalmente a próxima semana e as dozes horas diárias de praxe.
Não sei bem porquê, mas tudo parece fazer mais sentido- os meus pensamentos, as minhas ações e o meu futuro. Aquilo que imaginei está acontecer aqui e agora. O amanhã de antes tornou-se no presente e sinto que isso me vai transformar numa pessoa mais madura. Resta-me agora ter a esperança de gostar do curso e ver no que isto dá!

Já te disse "gosto muito de ti" hoje?

Tenho a tua teimosia, a tua vontade de sonhar e a tua garra para contrariar realidades. Até as minhas palavras conseguem ter a mesma força que as tuas!
Acho que me ensinaste toda esta casmurrice, o que faz dela uma espécie de herança. E como eu me orgulho disto, principalmente quando já é das poucas memórias que tenho de ti.

Universidade, a quanto obrigas

E entretanto faltam três dias para saírem as colocações, de modo a que a curiosidade já habita por estes lados.

Há males que vêm por bem

Enquanto toda a gente lamenta o facto de as suas férias estarem a acabar, eu conto os dias para as minhas começarem.