Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2010

2011

Imagem
Poderia começar por dizer que me aconteceram algumas coisas más durante este ano. Contudo, essa não seria a forma mais inteligente de fazer um balanço de algo que está para terminar, dado que grande parte dos momentos menos bons destes meus últimos 365 dias se deram por uma culpa que não morrerá solteira, pelo simples facto de ser minha. Assim, já não me vale de muito chorar uma realidade em que eles pertenceram à minha vida.
Lamentações à parte, este foi um óptimo ano. Sorri, ri e chorei de tanto rir; vivi momentos estúpidos com pessoas formidáveis, às quais tenho a sorte de poder chamar de amigos; protagonizei histórias que não poderei contar aos netos; conheci pessoas novas, deixei-me conhecer e percebi que muitas foram as que me passaram ao lado sem que eu desse por isso; tive conversas que já mais poderia imaginar com gente surpreendente; cantei, dancei e vi os que lá estavam fazerem o mesmo; estudei que me fartei; comecei este blog ao ponto de o deixar pertencer à minha vida; tom…

Desafio (12)

Este veio directamente daqui e está disponível para quem o desejar.

Aparência
[ ] Sou mais baixo do que 1,54.
[ ] Eu acho que eu sou feio às vezes.
[ ] Tenho muitas cicatrizes.
[ ] Eu me bronzeio facilmente.
[ ] Eu queria que meu cabelo fosse de uma cor diferente.
[ ] Eu tenho amigos que nunca viram a minha cor natural de cabelo.
[ ] Eu tenho uma tatuagem
[ ] Eu uso óculos.
[x] Gostaria de fazer uma cirurgia plástica se fosse 100% segura, livre de custos, e scar-livre.
[ ] Já me disseram que eu sou atraente e quem disse foi um estranho.
[ ] Eu tenho mais de 2 piercings.
[ ] Tenho piercings em locais além de meus ouvidos
[x] Eu tenho sardas.

Família
[ ] Eu fugi de casa.
[ ] Eu fui expulso da casa.
[x] Meus pais biológicos estão juntos.
[x ] Eu tenho um irmão mais novo
[x ] Eu quero ter filhos um dia.
[ x] Eu quero adoptar um dia.

Escola/ Tranalho
[x] Eu ainda estou na escola.
[ ] Eu tenho um emprego.
[x] Eu caí no sono no trabalho/escola.
[x] Eu quase sempre faço meu dever de casa.
[x] Eu perdi uma semana ou mai…

Desafio (11)

Imagem
Quando eu era mais pequena, grande parte das minhas discussões com as minhas amigas era feita através de bilhetinhos, assim como algumas das declarações de amor e fugidas de casa sem aviso prévio proferido. Desta feita, quando vi o desafio de escrever um bilhete à autora do blog Câmara Lenta não consegui resistir. É certo que, quando não se possui o cabo de dados do telemóvel, nem tão pouco se sabe ligar a câmara do portátil (isto porque não o tenho há tanto tempo assim e nunca me dei ao trabalho de ver como funcionava o dito aparelho), recorrendo assim ao Magalhães do inquilino mais novo cá de casa, o resultado não é lá muito famoso, mas cá está ele:



"Tarada: Momentos em que vejo a vida em câmara lenta porque já não posso desejar feliz Natal neste bilhete!

Portanto,

Doido: Vê lá se apanhas umas "bejecas" na passagem d´ano!

Que é como quem diz, diverte-te com ou sem bebidas por perto e que 2011 não espere nenhum segundo para te fazer sorrir."


Ora pois então, aqui fica a…

Ora espreitem lá!

Eu não sou uma pessoa muito dada a expressões plásticas, desenho e pinturas. Aliás, a parte de que mais gostei na escola que me remete para essas andanças, foi aquela em que pude trabalhar com o barro. Desta feita, no photoshop é a mesma coisa, daí que recorra ao J. sempre que quero fazer algo para o blog. E não é que agora ele também se juntou a nós? Pois bem, podem visitá-lo aqui, de forma a não só perceberem do que falo, mas também para verem a sua espantosa cultura geral, fundamentada, principalmente, no desenvolvimento da tecnologia, ou não fosse ele um génio ao qual todos, por cá, recorremos.

Da mudança do ano

Por mais que a minha personalidade mude com o tempo, acho que isto de alterar algo a cada fim de um ano, ficará cá sempre. Desta feita, foi o blog que sofreu com este meu espírito, até porque já estava a ficar um tanto ao quanto monótono. E, fazendo a vossa justiça, o que acham do novo visual?

Ups, lá se foi mais um!

Algumas rabanadas, uns tantos sonhos e muitos chocolates depois, aqui estou a verificar que mais um Natal passou. Para dizer a verdade, este não foi tão saboreado como outros o foram no passado, dado que o tempo voou, sem tão pouco que me permitir uma contagem decrescente dos dias. Contudo, ficará guardada na minha memória uma magia, como sendo aquela que durou pouco mais de 24 horas e que ficou caracterizada, não pela minha euforia, mas pelos sorrisos dos miúdos ao abrirem os presentes.

I wish you a Merry Christmas

Imagem
É certo que, pelas mais variadas razões, esta época pode perder parte da sua magia. Contudo, desejo a todos os meus amorosos seguidores, um Natal cheio de amor, paz, diversão, sorrisos, presentes e toneladas de calorias em forma de chocolate, por entre uma harmonia que se quer familiar.



A noite é vossa, façam dela o que quiserem!

Porque o dia começa nostálgico

Imagem
Preciso de acreditar que o fim chegou, quando pouco havia ainda começado, e seguir, assim, por um caminho onde nem o rasto das tuas palavras se deixa ficar.

Eis que, os dias passaram

Imagem
14º Dia- Um Local Que Te Transmita Paz de Espírito.
As montanhas.

15º Dia- Uma Fotografia/Imagem Que Signifique Algo Para Ti.



16º Dia- Uma Descoberta Científica ou Histórica.
Os genes supressores tumorais estão normalmente activos, bloqueando a divisão celular, e os agentes mutagénicos podem alterá-los, permitindo, deste modo, que as células se continuem a dividir.

17º Dia- Uma Citação de Que Gostes.
"Se choras por não ter visto o pôr do Sol, as lágrimas não te deixarão ver as estrelas." (BobMarley)

18º Dia- Um Site Que Visites Regularmente e Outro Que Tenhas Perdido o Interesse.
Estão a ver os links bonitinhos aqui no fundo do blog? Pois bem, é lá que vou regularmente, visto que o Facebook já não é o que era (ou aparentava ser).

19º Dia- Uma Colecção Que Faças ou Gostarias de Fazer.
Marcadores de livros.

20º Dia- Uma Paixão Secreta.
Suponho que não seja para revelar.

21º Dia- Um Texto Que Tenhas Escrito Há Algum Tempo.
Foi como se tivesse adormecido durante uma parte do tempo.…

Das Compras Natalícias

Imagem
Podem chamar-me o que quiserem, mesmo que por isso passe por ser fútil. Certo é que, se pudesse, permaneceria horas sentada num pequeno banco do shopping a observar o movimento das pessoas por entre as correrias características das compras feitas em cima da hora. Por esta altura, esse seria um acto que me daria uma elevada dose de prazer, não só por imaginar a reacção dos presenteados ao abrirem os embrulhos na noite da véspera de Natal, mas também por equacionar os sentimentos com que estes foram comprados.
Tempos houvera em que o facto de percorrer quilómetros dentro de um centro comercial me preenchia por ser uma boa forma de passar o tempo e gastar o dinheiro. Contudo, desde que entrei para o secundário e, consequentemente, vi a minha carga horária mais preenchida, encaro as idas ao shopping de uma maneira diferente, como se, em certas alturas, se tratassem de autênticas perdas de horas de vida. Não contradigo, claro está, o meu lado consumista muitas vezes despertado pelo stress e…

Andando uns quantos dias

3º Dia- Os Teus Hobbies
Estar com os amigos. Escrever. Ler. Ouvir música. Ver filmes e programas musicais. Ir ao cinema. Ir ao ginásio. Andar de bicicleta. Dormir sem ter sono.

Acabo assim por concluir que poderia ter uma vida mais interessante, tendo sempre em conta que o meu tempo para pouco mais dá.
4º Dia- Os Teus Vícios/Hábitos
Chegar atrasada. Perder as meias do pijama na cama. Passar o dedo na tigela da massa para os bolos quando esta foi retirada. Estudar no dia anterior aos testes. Acabar o dia no computador. Demorar mais de vinte minutos no banho. Não contar os trocos que me dão quando compro alguma coisa. Cumprimentar as pessoas quando as vejo pela primeira vez num determinado dia. Dormir de barriga para baixo.

5º Dia- Os Teus Ídolos
Gerard Butler. Eunice Munõz. Amália Rodrigues. Kurt Cobain. Chris Martin. Billie Joe Armstrong. Fernando Pessoa. Nicholas Sparks. Stephenie Meyer. Vanessa Fernandes.

6º Dia- O Teu Talento
Na escrita encontro um refúgio onde me sinto bem, pelo que não s…

Por esta altura...

... estou para aqui a pensar na melhor maneira de aproveitar os últimos dias do ano. Por mais que cresça, há coisas que nunca mudam!

2º Dia- Os Teus Gostos

Imagem
Gosto de sorrir, rir e fazer sorrir. Gosto da minha família, dos meus amigos e dos desconhecidos com quem me cruzo e que me permitem ver um pouco daquilo em que me poderei tornar. Gosto de escrever e de ler. Gosto de criar algo. Gosto da ciência e da descoberta do corpo humano. Gosto de filmes de terror, comédias e romances que me façam chorar. Gosto de bicicletas, andebol e voleibol. Gosto do verde, do castanho, do azul, do branco e do preto. Gosto de estar sozinha e com aqueles que amo. Gosto de chocolate de leite com amêndoas. Gosto de sonhar e imaginar. Gosto do Inverno e do frio que com ele vem. Gosto de estar à chuva sem ter de me preocupar com nada. Gosto da noite. Gosto de me perder por entre os temas das conversas longas. Gosto de estar apaixonada. Gosto de ser a melhor em alguma coisa. Gosto de me sentir protegida e saber que acreditam em mim. Gosto de atingir os meus objectivos. Gosto de ter este blogue. Gosto de beijar e abraçar. Gosto da cidade do Porto e do rio Douro. Go…

1º Dia- Descrição de Ti Própria

Imagem
Sou uma adolescente de 17 anos com os seus desequilíbrios emocionais, confusões, dúvidas, decisões e erros. Não me considero a melhor pessoa do mundo, nem tão pouco o haverei de ser um dia. Sou casmurra, teimosa, resmungona, mal-humorada de quando em quando, aparentemente anti-social e profundamente orgulhosa. Amuo facilmente e não funciono bem quando pressionada ou chantageada. Detesto que me critiquem e raramente levo uma crítica negativa de forma pacífica no que remete para o meu foro interior, embora tenha a consciência do lado menos positivo que isto possui. Não gosto de mudar em função de quem me rodeia, pelo que o faço quando quero e sinto que devo fazer. Quando sonho, sonho bem alto, ao ponto de demorar demasiado a assentar as minhas ideias e decisões, o que me leva a equacionar a hipótese de desistência. Contudo, quando sei o que quero, sou extremamente persistente e ambiciosa até ao momento em que o consigo. Considero-me uma pessoa racional, pois tenho consciência dos limit…

Desafios 9 e 10

A Sarinha, do Tubo de Ensaio, propôs estes desafios lá no seu blog. E como quem não quer a coisa, em jeito de estímulo à escrita, lá peguei neles, pelo que responderei a cada etapa conforme a vontade para escrever o ditar.

1º dia. Descrição de ti próprio.
2º dia. Os teus gostos.
3º dia. Os teus hobbies.
4º dia. Os teus vícios/hábitos.
5º dia. Os teus ídolos.
6º dia. O teu talento.
7º dia. A tua wishlist.
8º dia. A situação mais embaraçosa que passaste.
9º dia. Algo que te irrita.
10º dia. Algo que te orgulhes.
11º dia. Algo que gostavas de saber/aprender.
12º dia. Algo que te deixe sem palavras.
13º dia. Algo sem o qual não consegues viver.
14º dia. Um local que te transmita paz de espírito.
15º dia. Uma fotografia/imagem que signifique algo para ti.
16º dia. Uma descoberta científica ou histórica.
17º dia. Uma citação que gostes.
18º dia. Um site que visites regularmente e outro que tenhas perdido o interesse.
19º dia. Uma colecção que faças ou gostarias de fazer.
20º dia. Uma paixão secreta.
21º dia. Um…

Momentos em que fico com vontade de dar um abraço

Pouco haverá de mais enternecedor no mundo do que um(a) velhinho(a) de cabelos brancos a passear pela rua, numa tarde de um Outono frio, por entre as roupas de malha e os cachecóis gastos pelo tempo.

Da música para os meus ouvidos

Em momentos como este, sorrio por dentro como uma criança que acabou de receber um doce. Por isso, os próximos dias serão maioritariamente passados a trabalhar para a inutilidade, sem corridas matinais para a paragem do autocarro (que já algumas vezes se fizeram em vão), tempos livres entre aulas completamente ocupados ou noites de forte amizade com os livros, que se dêem ao luxo de estragar os momentos que se avizinham.


Assim, espero que tenham umas férias natalícias tão boas ou melhores que as minhas!

Charlie St. Cloud

Imagem
E eu sou uma triste porque ainda choro a ver isto.

No ridículo da coisa

Adoro aqueles momentos em que o(a)-não-sei-das-quantas-que-até-é-simpático(a) se cruza comigo, e eu, por um motivo desconhecido, apenas respondo com as primeiras letras de uma palavra.

Chama-se a isto necessidade extrema de férias natalícias que, por sinal, parecem demorar na chegada, ou não estivesse esta semana a passar mais lentamente que todas as outras juntas.

Percebo que os meus amigos são os maiores quando...

... a A. começa o dia a desejar que o Natal passe rápido para que cheguem os saldos.

Do dia de hoje

O Saw 7 3D nunca será um dos meus filmes de terror de eleição.

7º Selo

Imagem
A Catarina do blog Pieces of a Dream ofereceu-me o selo oficial do seu blog, pelo que, desde já, lhe agradeço. Além disso, sinto-me lisonjeada por ela se ter lembrado de mim, e assim aproveito para realçar o facto de esta rapariga de apenas 13 anos escrever maravilhosamente bem, muito para além da maturidade que era suposto ter. Ora pois então, aqui estão as respostas às perguntas propostas:
1. Qual o teu maior sonho ? Tenho tantos que se torna complicado escolher, mas creio que, o que mais me concretizaria a nível pessoal, seria conseguir criar a minha própria família, conciliando-a de uma forma equilibrada com tudo aquilo que desejo a nível profissional.
2. Já concretizaste algum sonho ? Se sim, qual foi ?
Sempre gostei de escrever, pelo que tinha o desejo de o fazer para que muitas pessoas pudessem ler os meus textos. Assim, este blog é uma espécie de sonho realizado, com o qual tenho evoluído muito, em vários aspectos.
3. Já desististe de algum sonho ? Sim, já desisti de um sonho pelo qu…

Desafio (8)

Este veio directamente do blog da Andreiazita, a quem desde já agradeço.

7 Coisas que tenho que fazer antes de morrer:
1. Voluntariado
2. Tirar um curso de socorrismo e ir para a Cruz Vermelha
3. Escrever pelo menos um livro
4. Ir para a universidade e acabar o curso de radioterapia
5. Partilhar uma casa com amigos
6. Viajar
7. Ser mãe

7 coisas que mais digo:
1. Valha-me Deus!
2. Isso dava pano para mangas!
3. Porreiro!
4. Deixa de ser parvo(a)!
5. Cala-te, mas é!
6. Coitado(a)!
7. Eu dou-te o apanha!

7 coisas que faço bem:
1. Não falar
2. Ouvir
3. Reclamar
4. Resmungar
5. Pensar
6. Imaginar
7. Ajudar

7 defeitos:
1. Atrasada (mesmo no exagero da falta de pontualidade)
2. Resmungona
3. Preocupada por tudo e por nada
4. Chata
5. Repetitiva
6. Demasiado orgulhosa
7. Não me dou bem com críticas

7 qualidades:
1. Solidariedade
2. Amizade
3. Saber ouvir
4. Imaginação fértil q. b.
5. Divertida de quando em quando
6. Ambiciosa
7. Perseverante

7 pessoas que vão responder ao desafio:
Catarina
Sarinha
Vânia
Filipa

Kikas
MoonLight

Daniela Pere…

Juntos por Ele

Em momentos como este dava tudo para ter idade suficiente, de forma a poder ajudar este pequeno menino doando um pouco de mim. Assim, solicito a todos vós que auxiliem de alguma maneira, se vos for possível, quanto mais não seja publicitando a recolha de medula óssea que se realizará aqui bem perto de mim, na Universidade Lusíada de V. N. de Famalicão, no dia 15 de Dezembro, entre as 15h00 e as 21h00. Faço votos de que se encontre um dador compatível o mais cedo possível, para que tanto o Apolo como os seus pais deixem de sofrer e tenham a vida que tanto merecem.

Daquelas esperas que valem a pena

Imagem
Espero os sonos que duram mais de doze horas. Espero as noites em que me questiono daquilo que posso fazer para ocupar o tempo. Espero os filmes e mais filmes, mesmo que uns seguidos dos outros. Espero as tardes passadas no shopping a fazer as compras natalícias. Espero o cinema. Espero os dias prolongados pela nostalgia do Douro. Espero a bicicleta para “voar” para junto um sítio qualquer, sem pensar na hora de voltar. Espero as noites a passear nas ruas da cidade iluminadas pelo brilho desta época. Espero os cantos natalícios. Espero os chocolates. Espero os jantares de Natal. Espero reencontrar pessoas que já não vejo há muito tempo. Espero as trocas presentes. Espero, espero e espero, todos os segundos que forem necessários para que cheguem estas benditas férias. Espero mais uma semana para que tudo comece a acontecer.

E sim, isto é tudo vontade de não ver a escola nos próximos tempos!

(...)

Imagem
"As pessoas dividem-se entre aquelas que poupam como se vivessem para sempre e aquelas que gastam como se fossem morrer amanhã."

Existem (poucas) pessoas assim

Imagem
Não contradigo aqueles que me dizem que sou anti-social, pelo que até fortaleço a ideia se não os conhecer minimamente. Para dizer a verdade, e já aqui o mencionei algumas vezes, demoro algum tempo para me sentir completamente à vontade perto de pessoas que me são estranhas, dado que não consigo prever as suas atitudes. Contudo, hoje percebi que nem sempre tem de ser assim.
Basicamente conheci-a porque nos deu boleia até ao Porto, tudo em prol da Área de Projecto, porque é tia de um dos membros do grupo. A tia Lú, como desde cedo desejou ser chamada, é uma pessoa extremamente inteligente, cuja utilização da língua Portuguesa nada mais é do que extraordinária. Além disso, tem mil e uma histórias guardadas na memória, daquelas que fascinam os mais jovens, mas que são contadas embrulhadas como se de rebuçados de humor e sabedoria se tratassem. Para dizer a verdade, foram necessários poucos minutos para que eu desse a mão à palmatória e entrasse naquele jogo de sorrisos e partilhas de his…

Constatação do dia (7)

Tenho a perfeita noção de que sou uma anormal pelo simples facto de que, a cada momento em que o sono toma conta de mim, fico com umas dores de garganta um bocado manhosas. Pior ainda, é saber que se tomar um (único) café tudo se resolve, dado que não há cansaço mental que resista!

P.S.- Desde já agradeço a todos aqueles que me desejaram sorte para a Matemática. E deixem-me que vos diga que poderia ter sido muito pior!

Apenas o Natal virá no pensamento

Em momentos como este moveria os ponteiros do relógio para que passassem 24 horas. Tudo isto a favor de uma vida livre e espontânea, cujo fim dos testes será determinado pela Matemática!

Amanhã por esta hora serei uma pessoa mais feliz!

Ai o que a crise faz!

Pois bem, da maneira como isto anda, hoje em dia já se encontram mil e uma soluções para termos aquilo que desejamos de uma forma simples e (possivelmente) gratuita. E, como seria de esperar, a Blogosfera também contribui para tal. Assim, façam lá uma visitinhaaqui que o João agradece!

No auge da inteligência reduzida

Se por vezes sou espontânea demais e acabo por responder a quem me rodeia de uma forma que pode não ser bem encarada ou percepcionada, outras então, pergunto-me onde é que tenho a cabeça ao deixar-me silenciosa quando deveria falar, questionar e resmungar. Tudo porque existem pessoas que têm o dom de nos darem a volta mesmo sem dizerem nada, e isto, definitivamente, dá cabo de mim.

Uns chamam-lhe ingenuidade, outros afecto. Eu chamo-lhe burrice!

Eis que, aqui termina mais um desafio

Imagem
Vigésimo Segundo Dia- V, de Velocidade


E lá seguimos pela rua, carregando um medo que rapidamente se dissipa com o vento, culminando numa sensação de liberdade.







Vigésimo Terceiro Dia- W, de Will Smith
Charme, humor e tardes no sofá em frente da televisão, resumidos num homem só.










Vigésimo Quarto Dia- X, de Xutos e Pontapés
O tempo marcou o corpo, mas o talento ficou nas vozes e nos instrumentos. E assim se passou uma noite, onde os saltos predominaram por entre as vozes roucas, de tanto proferirem as músicas que todas as gerações conhecem.





Vigésimo Quinto Dia- Y, de Yoav

Ouvir a voz dele, fazendo exercícios de Matemática e sentir-me bem, não é daquelas coisas que se percebem mas que se sentem.




Vigésimo Sexto Dia- Z, de ZonLusomundo Cinema, pipocas e amigos, assim ficariam as tardes feitas.

Conversas de Irmãos

Ele: Domingo tenho uma festa.
Eu: Ai sim? De quem?
Ele: Da Rafaela (namorada, dado que no jogo do” beijo ou estalo” que lá jogam na escola, ela escolheu beijo).
Eu: E já sabes que prenda lhe vais dar?
Ele: Sei lá, talvez uma boneca! As raparigas gostam disso!

Como já deu para perceber, na plenitude dos seus 7 anos, o meu irmão percebe bastante do sexo oposto. Ora pois então, aqui fica a prova de que oferecer presentes aos namorados nem sempre é tão complicado como julgamos.

Ao Senhor de Barbas Brancas

Imagem
Eis o acordo que te proponho:

Ofereces-me uma destas e eu trato do resto. Boa?

Desafio (7)

Este veio directamente do blog Retalhinhos e consiste em colocar a negrito as frases verdadeiras:
Sinto falta de alguém agora.
Amo dormir.
Já vi um filme porno.
Acredito que a honestidade é a melhor política.
Mudei muito mentalmente desde o ano passado.
Sou muito, muito inteligente.
Nunca parti um osso do corpo. Mas já desloquei.
Tenho um segredo que tenho vergonha de revelar.
Amo a chuva. Quando estou na cama, no quentinho.
Sou paranóica.
Preciso de dinheiro agora.
Queria ter uma irmã.
Menti a um bom amigo nos últimos seis meses.
Normalmente sou pessimista.
Tenho oscilações de humor.
Acho que a prostituição deve ser legalizada.
Sou bipolar.
Tenho um talento escondido.
Gosto de falar ao telefone.
Praticamente vivo de camisas e calças de ganga.
Tenho um telemóvel.
Actualmente tenho um fraquinho por alguém.
Não tenho nenhuma ideia do que quero fazer o resto da minha vida.
Não quero ter filhos no futuro.
Sou muito tímida perto do sexo oposto.
Amo os meus melhores amigos.
Vejo canal Panda e gosto.
Tive uma queda por…

L.

Imagem
Imagina que o palco era todo teu e que nele te poderias deixar levar pelos instintos. O que serias?

(...) Não tentarias ser ninguém para além de tu mesmo, tal como fazes a cada dia que passa na tua vida. Deixar-te-ias dominar por tudo aquilo que em ti é natural, óbvio e constante, ficando assim rendido ao humor estúpido e característico, às conversas sem pés nem cabeça, à teimosia digna de alguém que quando sabe o quer não desiste, embora demore um pouco a chegar a essa conclusão, às birras que conseguem irritar qualquer um, à voz de Zé Cabra dos tempos modernos, às coreografias manhosas e aos passos gigantes num mundo pequeno. Não deixarias que ninguém te impedisse de perder uma batalha contra ti mesmo, pois apenas assim conseguirias ter luz e brilho naquele palco, de forma a conquistares uma liberdade que seria só tua e que orgulharia cada um dos teus amigos, porque encheríamos aquela sala, mesmo sendo poucos.

A ti, o artista de alguns palmos e meio, parabéns pelos teus 17 anos.

Constatação do dia (de ontem) (6)

Nem o Zé Cabra consegue superar estes meus dotes vocais tão inclinados para o horrível. O Singstar e mais um quantos indivíduos que o digam! Portanto, se um dia tiverem a infelicidade de se cruzarem comigo na rua, ignorem o ruído, sim?

Dramas de uma adolescente em pré-maioridade (3)

Imagem
Aqui há uns tempos, na altura em que a gripe A tinha destaque em todos os meios de comunicação social, eu lá cedi à moda, pelo que a esta se seguiu uma pneumonia. Assim, eis que fui presenteada com uma semana de férias forçadas agregada ao direito às refeições na cama e tudo (o que, diga-se de passagem, tornaria aqueles dias perfeitos, não fossem as dezenas de lenços espalhados pelo quarto). Desta feita, novos hábitos se predispuseram em mim, assim como os horários impostos pelo Ruca.
Nos dias que correm, sempre que o frio aperta cresce no meu foro interior a vontade de assistir às aventuras deste desenho animado tão fofinho, ou não fosse ele um dos poucos resistentes neste mundo infantil que se encontra desgraçado pelas cores escuras e as histórias parvas.


Volvidos 17 anos e só agora me deu para isto. Ele há coisas do diabo!

Vigésimo Primeiro Dia- U, de Universidade

Imagem
De certa forma, quero que a minha vida de universitária chegue, dado que estou um tanto ao quanto curiosa para viver cada uma das experiências que a ela se encontram ligadas. Contudo, tenho a noção de que quando este dia por fim vier, muitas das coisas que são importantes para mim neste momento acabarão por sofrer alterações, o que já não é lá muito bonito de se ver. Assim, resta-me esperar e acreditar que haverei de fazer as escolhas certas no que a isto diz respeito.

Vigésimo Dia- T, de Turma

Imagem
"Há gente que fica na história da gente."

Isto de ser pequena

Imagem
Ser pequena hoje em dia não é fácil, de todo. E digo isto porque os meus 156 centímetros me dão margem para tal.
Tudo começa de manhã, com o nascer do dia, dado que os cumprimentos matinais aos amigos, principalmente aos rapazes, que por estas bandas se querem altos, se tornam actos um tanto ao quanto complicados, ou não tivesse eu de ficar (muitas das vezes) em bicas de pés, simplesmente porque eles se lembram em complicar a coisa. Depois, vêm as idas ao quadro, quando os professores me mandam escrever no topo para poupar espaço e para que os alunos de trás consigam ver na perfeição. Posteriormente, nas aulas de Educação Física, ficam estúpidos os jogos de equipa em que os parceiros não têm a noção de como mandar bolas para que estas se dêem ao luxo de ser apanhadas por pessoas de baixa estatura. Contudo, estes são pormenores que nem chegam a ser dramáticos o suficiente para que eu deixe de gostar de ser pequena.
Desta feita, despertei o ser curioso que há em mim e dei a mão à palmatór…

Constatação do dia (5)

Aquela coisa das entrevistas no Facebook é óptima para lançar boatos!

E para perder tempo também.

Dezembro

Imagem
Eis que, chegado o mês de Dezembro, a minha melancolia andará no seu auge, ou não fosse a época natalícia capaz de me deixar assim. Os próximos dias terão como base o uso e consequente abuso de cachecóis fofinhos, luvas que impeçam gestos minuciosos, camisolas com malhas e mais malhas, caminhadas pelas ruas da cidade ao som de cantos natalícios, vislumbre das luzinhas de Natal que iluminam a calçada e compras com as dúvidas características de quem não faz ideia da reacção do outro ao abrir o presente na noite da véspera do Natal. É certo que ainda faltam 23 dias para que o grande dia chegue, mas para as coisas boas não há antecipação que venha em má hora!