Páginas

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Histórias de gente que não sabe roubar

As pessoas generalizam, embora que nem sempre a seu bel-prazer, mas sim porque lhes são dados motivos para tal. Claro está que não se pode atribuir o mesmo chapéu a todas as cabeças devido à diferença de medidas, mas quando a dimensão é a mesma, seria estranho se boné não assentasse.
Eu não tenho nada contra as pessoas de raça cigana, até porque já conheci um ou outro indivíduo com características individuais apreciáveis. Contudo, é frequente a associação de crimes a estes grupos, o que os pode magoar e tornar ainda menos seguidores das regras sociais.
Tudo isto porque hoje teria sido um dia normal, não fosse o quase assalto realizado por dois miúdos ciganos que se acharam gente grande por entre um conjunto de raparigas. Em contrapartida, acabaram por perceber que nada aconteceria, não por sermos valentes, mas sim porque não respondemos aos insultos bastante irritantes que nos ofereceram, o que, no final de contas, era o que eles queriam. Assim, para trás ficaram as energias guardadas devido à vontade de bater em cada um eles, que se mantiveram suprimidas em cada uma de nós.




Esperemos que, numa próxima vez, aprendam a assaltar com o mínimo de respeito pelos outros e amor-próprio possíveis!

7 comentários:

luis m disse...

eu nem sabia que os gajos tinham isso também xd

Daniela Pereira disse...

eu quando tinha 12 anos tentaram me roubar o telemovel, um grupo de miudas mais velhas que me ameaçaram com uma navalha eu como me armei em valente apesar de sempre me dizerem para quando nos tentarem assaltar não agir para a violencia porque pode ser pior para nos, mas não consegui evitar e dei lhes uma surra. Aqui na minha zona é raro rapazes sejam de que raça sejam assaltar raparigas.

cristiana(: disse...

Eu moro com uma criança de raça cigana.Quer dizer, somos família de acolhimento e ele so tem 8 anos mas, a raça está mesmo no sangue!Apesar de ser apenas uma criança nota-se por algumas atitudes que ele tem. (agora já nem tanto porque está habituado ao nosso dia-a-dia)
xb

Catarina Elwin Haner disse...

Podes sempre começar por fazer um part-time num estabelecimento, procuram jovens activos e trabalhadores.. e depois procuras trabalho mediante o curso que tiraste. Até lá, vais ganhando o teu com o part-time. (:

MoonLight disse...

opa.. têm a mania, é o que é!!:P

Anónimo disse...

Quem foi?

Catarina disse...

Foram uns individuos que costumam estar à beira da Pacheco nova, naquelas escadas. :$