Páginas

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Já começo a ter uma vida de gente grande

Depois de umas férias dignas de uma adolescente desequilibrada, considero que esteja mais do que na altura de ganhar juízo e assumir a vida de gente crescida. Claro está que me custa abandonar esta minha existência desprovida de grandes responsabilidades, mas também não ficaria lá muito bem na onda do Peter Pan, pelo que o melhor é julgar pelo seguro e ir ao encontro do futuro antes que ele me apanhe de surpresa.
Dado o facto de (por opção) ter de parar um ano para subir notas (e para decidir aquilo que quero, na verdade), comecei hoje a minha procura por um emprego, que espero que dê frutos em breve, ou não fosse o dinheiro mais do que útil nos tempos da universidade. Além disso, inscrevi-me no curso de socorrismo na Cruz Vermelha Portuguesa (o que me valeu um grande orgasmo de entusiasmo), que pelos vistos começarei em meados de Setembro.
E é assim, por entre um cenário repleto de novidades, que me dou conta que já estou uma menina grande, ou pelo menos o começo a achar. No final de contas, todo este burburinho é o resultado das minhas escolhas, apenas tenho de o aceitar com satisfação.

9 comentários:

Mayy disse...

"ou não fosse o dinheiro mais do que útil nos tempos da universidade. "

Pura verdade, nunca vi tanto dinheiro a sair da carteira minha e dos meus pais.

Filipa disse...

A mudança para adulto ainda deve ser custosa!

GF disse...

Mas viver sozinha? sozinha? ou com colegas? desconhecidas?

GF disse...

e se fores vais viver sozinha para onde?

Annie disse...

Fizeste bem parar um ano para subir as notas, fiz o mesmo.. e é o ideal.. assim dá-nos tempo para passar no que realmente queremos! :)

ritabrito . disse...

obrigada (:

Miss Murder disse...

Eu também se pudesse ficaria criança para sempre.

ritabrito . disse...

eu também me sinto bastante contente , obrigada minha querida *-*

D. disse...

Tomar a decisão correcta, ainda que implique um ano de melhorias e de bastante pensamento é sempre o mais indicado... De pouco te valera um curso que não te satisfaz e será pouco útil passares os primeiros tempos universitários a tratar de mudanças de curso... Se bem que...Nunca nada é certo... =))

Boa sorte nessa viagem que se avizinha! Boas escolhas!