Páginas

sexta-feira, 4 de março de 2011

Momentos em que me questiono das semelhanças genéticas entre irmãos


O inquilino mais novo cá de casa, no auge da idade dos porquês e do fortalecimento do conhecimento (ou da invenção dele), de quando em quando, apresenta uma ou outra intervenção do género:

- Eu já sei seis planetas começados pela a letra "P": Paraguai, Peru, Paquistão, Polónia, Paróquia e Portugal.


Muitas gargalhadas partilhadas depois, acabo por me dar conta de que ter sete anos é algo deveras fascinante, quanto mais não seja pelo facto de nos "perdoarem" tudo!


Como eu adoro este miúdo!

7 comentários:

Sarinha disse...

Perdoam-lhe esses erros? xD

Catarina disse...

Perdoamos no sentido de não os achar tão maus quanto isso, dado que ele só tem sete anos e ainda não aprende nada disso na escola. :D

luis, o tigre disse...

Eu com sete anos ja calculava limites notáveis !

Sarinha disse...

Limites notáveis? xD Não inventes xDD

Acho que isso o teu irmão só aprende melhor nos 3º e 4º anos.

Sarinha disse...

Tu, no outro dia, também reparaste no comprimento do meu cabelo?

Eish, toda a gente gosta do meu cabelo menos eu xD

Sarinha disse...

O pior é que nem um «olá» diariamente ele me dá.

Inês disse...

os outros são bons planetas mas Paróquia ainda é melhor (;