Páginas

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

#11 LETTER TO A DECEASED PERSON YOU WISH YOU COULD TALK TO


Não aceitei nem tão pouco me conformei com tal facto, simplesmente aprendi a viver com ele. Tudo passa por acordar e não te ver onde era suposto estares, ouvir sons e não identificar aquela que devia ser a tua voz, e chamar ao ponto de não ter ninguém a quem a palavra avó assente com tanta perfeição como se assentava em ti. Talvez pareça fácil dito desta forma; talvez pareça simples quando me olho hoje no espelho, nos dias em que me sinto bem; talvez pareça… mas não é.
Posso até passar por louca e doentia, mas, por vezes, lamento já não sofrer tanto como em todos aqueles dias em que te vi partindo, aos poucos, pois tenho medo que isso signifique que deixarei de sentir a tua falta em breve. Pergunto-me se nestas circunstâncias haveria de saber que exististe e o quão importante foste. Contudo, é por entre tanta parvoíce e tão pouca sanidade mental que vou encontrando o equilíbrio necessário para que a minha vida continue, pois sei que desejas que assim seja.
Mas, gostava de ser mais parecida contigo. Forte, lutadora, inteligente, sorridente, divertida e uma verdadeira mulher de armas, à qual os sete ofícios se vieram juntando com o passar dos dias. Em vez disso, herdei a tua forma de sonhar, uma maneira um tanto ao quanto ousada, atrevida e aparentemente disparatada, de tão alto que voa, mas da qual eu tanto me orgulho.
Não é correcto dizer que foste importante para mim, mas sim que o és, ainda hoje, dado que sei que estás comigo todos os dias, como que me protegendo, reconstruindo os tempos em que eu era pequenina. Nunca te poderei agradecer não só por tanta protecção, mas também por me ajudares a ser aquilo em que me tornei. Contudo, prometo-te que lutarei sempre em busca daquilo que idealizaste para mim, ou não fosse isso a felicidade.


Tenho saudades tuas. Amo-te muito.

5 comentários:

Honey Everly Rose. disse...

Obrigada. :)
adorei esta carta, mm. esta tao linda. *.*

Felina disse...

A tua avó devia ser uma pessoa muito especial. Percebe-se o quanto a amas!
Escreves de uma maneira fantástica!
Beijo Grande!

Anniee. disse...

está linda a carta :o
identifico-me com cada palavra que escreveste !

- é um amor arrebatador :$ e é mesmo bom sentir isto *-*

Filipa disse...

Não era eu querida *.*
Mas um dia dou lá um salto :)

joana amorim disse...

oh meu deus! adorei mesmo o textoo do fundo do coração <3
ela estará sempre contigo!