Páginas

terça-feira, 8 de março de 2011

Dia da Mulher


Ser mulher é saber pisar o chão de saltos altos, sem tão pouco cair ou olhar para baixo; é conseguir manter a posição com qualquer tipo de calçado, seja ele um par de ténis ou de galochas. Ser mulher é usar roupa rosa e fazê-la brilhar por entre a pele; é conseguir vestir a camisa azul dele sem tão pouco deixar fugir a sensualidade. Ser mulher é pintar as unhas de vermelho e torná-las mais vistosas do que qualquer outra coisa com a mesma cor; é perder o verniz por entre os lençóis e seguir o rumo com a mesma segurança de sempre. Ser mulher é vestir ou calçar isto; é dar uso àquilo sendo a mesma pessoa.
Uma mulher emociona-se: chora, grita e resmunga se for preciso, mas consegue sempre encontrar uma solução humana, por mais estranha que ela se possa vir a demonstrar; sente-se bonita com uma barriga preenchida e sorri ao ver o filho, pelo qual tanto esperou, correndo pela casa e deixando para trás um caos pintado de felicidade; é independente e guia a sua própria vida sem ter de depender de terceiros para as noções básicas do dia-a-dia, como o simples ligar de uma máquina de lavar; consegue ver um jogo de futebol sem nunca o comparar a um dilema da telenovela de que mais gosta; aprecia o homem, mas também consegue identificar a beleza no corpo de outra do seu género. Uma mulher vai à luta sem deixar para trás a sua feminilidade.
Não são os moralismos de outros que fazem o ser feminino, nem tão pouco as marcas e os estilos das roupas que usam, e o tipo de actividades que realizam durante um dia por entre o qual diferentes emoções palpitam. Uma mulher é sempre uma mulher, independentemente de tudo aquilo que se possa ver por fora.

5 comentários:

Anniee. disse...

uma mulher é sempre uma mulher. gostei *-*

IsabelCarvalho disse...

gostei muito *-*

Belíssima disse...

Gostei do romantismo ao qual escreveu.
O meu post foi de protesto, pois acredito que temos mais a protestar do que festejar....
bjs

Catarina A disse...

Ser mulher é lindo, não é?

Honey Everly Rose. disse...

obrigada. :)
e este teu texto está qualquer coisa, ser mulher é realmente fantástico. :)