Páginas

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Coisas que não vos interessam para nada, mas das quais me apeteceu falar



No que respeita a leituras, e isto por obrigatoriedade estudantil, os últimos meses foram passados com “Os Maias” na mesinha de cabeceira. Quanto ao livro da imagem, já cá estava na estante há um aninho. Contudo, parece que ali vai permanecer mais uns tempos, até que as próximas férias venham, dado o entusiasmo que me suscitou nas primeiras páginas. Por agora, vou ficando com este:

Vocês que são mais experientes nesta matéria, digam-me lá uma coisa: no 12º ano vou ter de possuir mais algum livro aborrecido na mesinha de cabeceira, implorando para que eu lhe pegue? Ou não vou ser "obrigada" a ler nenhuma obra? Talvez já me tenham falado nisto no ano anterior, mas se isso aconteceu, não me recordo de tal facto.

4 comentários:

Miss Murder disse...

Sou suspeita, porque adorei os Maias. jà deste a Aparição? è capaz de se ro pior livro que já li...

Catarina disse...

Miss Murder: Não, ainda não. Adoras-te os Maias? Bem, sinceramente achei ligeiramente aborrecido, mas também se deve um pouco à forma como foi dado nas aulas. Admiro-te por teres gostado, porque a certa altura optei pelos resumos para me safar nos testes e nem se quer o li até ao fim. Ups! (:

Inês disse...

Acabei de fazer o 12º.
Bem...Vais dar o Memorial do Convento. Pessoalmente, não gostei muito dos Maias. Gosto da história em geral, não gosto da forma como está escrita. Acho q é muito pesada. Gostei mais do memorial, se bem que, também é um pouco aborrecida. Mas eu sempre gostei mais da forma do Saramago escrever, e a história, embora seja confusa no início, é muito bonita ^^

Catarina disse...

Inês: Concordo contigo em relação à forma como "Os Maias" está escrito, e talvez por isso não tenha gostado da história. Muito obrigada por me esclareceres a dúvida. Espero vir a gostar também. (: