Páginas

terça-feira, 27 de abril de 2010

Eles e só eles



E eles são assim. Inconstantes mas únicos, silenciosos mas faladores, divertidos mas meigos, chorões mas sorridentes, insistentes mas amigos.

Palavras para quê?

A todos aqueles a quem a palavra amigo assenta na perfeição.

Sem comentários: