Páginas

sábado, 26 de dezembro de 2015

O que realmente importa


O tempo ensinou-me que o desvalorizar de determinados assuntos, mesmo que pareçam importantes, não é uma coisa má. Pelo contrário, é o que nos permite continuar, dando graças por termos quem nos ame e algo pelo que lutar. Porque precisamos de nos mover, de continuar. Precisamos de viver! E nenhum esqueleto no armário nos poderá impedir do quer que seja. O essencial é termos sempre em mente o que realmente importa.

Sem comentários: