Páginas

terça-feira, 14 de abril de 2015

Por aí...


É importante não forçar a barra e perceber quando preciso de me afastar para me encontrar.
Mas como é possível eu me perder tantas vezes?

Sem comentários: