Páginas

terça-feira, 20 de março de 2012

(...)

Quando tudo parece estar a entrar nos eixos, quando tudo parece estar a ficar perfeito, aumenta o medo de um desmoronamento ao qual nada possa resistir.