Páginas

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Quando o disparate é uma coisa que vem escrita nos genes

E pronto, agora é ver os presentes que tenho para oferecer com os embrulhos esburacados, ou não tivesse o meu irmão dado com eles. O traquina do miúdo apresenta uma partilha de genes comigo que é uma coisa que tanto tem de maravilhosa como de assustadora, dado que também já cá ando a descobrir presentes desde 1993. A minha sorte é que eu tinha mais jeito do que ele, que acabou por não conseguir observar nada de relevante!

2 comentários:

Rita Martino disse...

Ahahah, o meu irmão também é assim xD

Um óptimo Natal para ti :)

Sara Daniela disse...

obrigada e feliz natal para ti também, Catarina :))))