Páginas

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Dormir era um nome, era o meu nome do meio

E depois há sempre aquelas semanas em que o sono fica pelo caminho, só porque quer. Entretanto, cá ando eu, a deambular pela casa de noite e a cair pelos cantos durante o dia, dada a média de quatro ou cinco horas de sono. Longe estão os tempos em que dormia mais de doze doses de sessenta minutos. Ai, e como eu precisava delas agora!

4 comentários:

Rita Martino disse...

Ai olha se quiseres um bocadinho do meu sono é só dizer xD adorei o título deste post!

Rita Martino disse...

Ainda bem que há pessoas que me entendem, muitas acham que este tipo de relações não valem nada.

p i disse...

Como eu te entendo...A falta que as férias nos fazem!!


p.s.: gostaria ainda de deixar aqui uma mensagem. Criei um novo blogue, com um novo pseudónimo, para conseguir manter o anonimato de certos textos que facilmente seriam lidos por pessoas que me conhecem e teceriam comentários que quero evitar. Deixo então aqui o link para o meu novo blogue: http://el-mecaniqueducoeur.blogspot.com/ . Se puderes dá uma vista de olhos :) Obrigada! [no entanto manterei no activo o blogue "oficial"]

Sara Daniela disse...

pois.