15.



São quinze, são poucos, mas são uma vida. E hoje é apenas o início do que acabará por ter o seu fim. Nas tuas mãos, tens agora os lápis com que desenharás aquilo que bem entenderes, independentemente das dúvidas que outros possam ter perante a integridade futura dos teus projectos, pois se podes sonhar, que seja bem alto.



Parabéns, Sarinha!

Comentários

Anónimo disse…
Adoro o novo template :)
Anónimo disse…
Eu já te disse que és um amor? xDD
André disse…
O novo template ficou ótimo!
Obrigado pelo seu comentário, já agora. :3

Mensagens populares deste blogue

Escrever

Olhar para trás

Dose certa