Páginas

sábado, 20 de março de 2010

Genuinamente Ela

As palavras são escassas quando pretendo falar dela. E porquê? Talvez porque passo demasiado tempo consigo e nenhuma delas, mesmo que conjugada com muitas outras, seria suficientemente forte e digna para a descrever. Mas, como tentar nunca é perder, aqui vão alguns vocábulos:

A beleza a consome,
O coração a guia,
A presença muito importa,
Do dia e da noite, a magia.

Na sua alma pequenina,
Guardada no seu corpo,
Um grande ser humano,
A força para chegar ao topo.

Quando um coração chora,
A sua presença não falta,
A tristeza ela acolhe,
A alegria põe em alta.

Conselhos?
Dela os melhores.
Seja para as guerras, para o futuro,
Para a família, para os amores.

Às vezes ela cai,
Todos caímos.
Não atinge os limites,
Lá do fundo, dos abismos.

Se ela os atingisse,
Muitos de nós também iríamos,
Pois é somente uma parte,
Que ironicamente perderíamos.

Um futuro promissor,
A espera lá em cima.
Com força, talento e amor,
Todo ele se aproxima.

Porque simplesmente acredito em tudo aquilo que és e em tudo aquilo que és capaz de fazer.

Todos os amigos têm um nome. Esta é uma delas. A ti Joana.

1 comentário:

Joana disse...

está lindo, lindo, lindo.. esta mesmo estupendo! sem palavras .. muito obrigado catarina.. es uma amiga e uma pessoa fabulosa obrigado por tudo! beijinho =D