Páginas

domingo, 21 de março de 2010

Começando pelo fim

Não sei que palavras usar para me dirigir a ti. Elas são tantas...Como escolher as ideais? Aquelas com as quais vais perceber tudo aquilo que te quero dizer? As perfeitas? Talvez elas nem existam, talvez o problema seja meu por não saber exactamente o que te quero dizer. Posso tentar? Sim posso tentar. Por onde começar? Bem, essa é uma pergunta muito vaga e difícil de responder. O melhor mesmo é começar pelo fim, visto que eu nunca percebi o início disto.
Queres saber um segredo? Um segredo que já não é segredo? Algo que todo o mundo já sabe? Uma coisa que muitos perceberam mesmo antes de eu e tu percebermos? Algo que me tem dado voltas à cabeça constantemente? Pois bem:

Eu adoro-te. Quero estar contigo. Simplesmente porque és importante para mim...

O que fazer? Bem, a isso não sei responder, embora não tenham faltado sugestões.
Viver passivamente pode tornar-se confuso...

A alguém muito genuíno. A Ti.

Sem comentários: